Preloader

Loading

image

Emprego erros que devemos evitar! Saiba mais

Com o país em crise conseguir uma entrevista de emprego hoje é ouro, isto porque sabemos que o número de desempregado só crescer e conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho está realmente díficil, mais é claro que muitas vezes nós somos os principais responsáveis por isso, pensado em te ajudar a conseguir uma boa entrevista de emprego montamos esse post com dicas e erros comuns que cometemos sem perceber.

Confira a seguir as 6 erros que devemos evitar ao procurar emprego:

A experiência profissional que um cargo requer ou uma formação académica importante e diferenciada pode ser posta de lado e ofuscada por atitudes nocivas na procura de emprego.

Lembre-se que as empresas não procuram apenas um profissional tecnicamente preparado, mas também alguém que tenha o comportamento certo para o perfil da empresa.

Erros na procura de emprego
Ao ajudar os candidatos no processo de realocação de carreira, encontrei alguns erros muito comuns. Infelizmente, muitas pessoas não se apercebem do impacto que estas atitudes têm na obtenção de um emprego.

Confira as dicas abaixo:

1 – enviar o seu CV à mesma empresa várias vezes

Quando o desespero se instala, é comum que um candidato envie o seu currículo por e-mail ou pessoalmente, uma e outra vez, esperando que o seu perfil seja seleccionado para continuar no processo de selecção.

Não é assim que funciona. Tal atitude só permite ao recrutador saber que tem dificuldade em gerir a ansiedade e que não é muito assertivo.

Afinal de contas, o recrutador só precisa de um CV para avaliar se o candidato preenche os requisitos da vaga. Se quiser ter a certeza que o departamento de RH recebeu o seu CV, ligue e pergunte se o seu e-mail foi recebido.

| Confira o nosso modelo de currículo para aumentar as suas hipóteses.

2 – Externalizar a responsabilidade de obter o emprego

O objectivo de conseguir um emprego não é realmente fácil. É preciso estar mais bem preparado do que outros candidatos que se candidatem ao mesmo cargo.

Também precisa de estar atento a anúncios de emprego publicados em portais de emprego e redes sociais.

Face a estes desafios, é natural procurar ajuda no processo, seja através de amigos ou familiares que o possam ajudar a promover o seu perfil. No entanto, esta abordagem pode torná-lo conforme, dificultar o seu processo de aprendizagem e criar uma falsa expectativa de que outras pessoas irão resolver o seu problema.

3 – Fazer-se de vítima

Quer apresentando a sua situação de desemprego a amigos ou durante o processo de selecção a um recrutador, alguns candidatos geralmente impregnam os seus discursos com uma triste história que descreve como o seu desemprego é o resultado da perseguição de um gestor arrogante, de uma empresa exploradora ou de um sistema político/económico desfavorável.

Esqueça! Embora este seja um comportamento muito comum no nosso país, nunca o levará a atingir quaisquer objectivos.

Aceite a sua situação e assuma a responsabilidade de sair dela. Se necessário, conte com a ajuda de alguém ou de algum profissional para aprender como atingir o seu objectivo.

4. Faça networking isto vai te ajudar a procurar emprego

Os esforços desesperados para retomar a atividade produtiva podem ser o seu maior ladrão durante este período. Em pânico, os candidatos podem quase diariamente culpar antigos colegas de trabalho, antigos executivos, e mesmo familiares sobre oportunidades de emprego ou o processo de selecção.

Lembre-se de que pode pedir ajuda a outras pessoas e que é saudável. No entanto, se os assediar ou irritar demasiado, criará uma imagem negativa de si mesmo e eles deixarão de o ajudar ao longo do caminho.

5 – Esconder ou mentir informação sobre o seu perfil

Só conseguirá o trabalho se transmitir uma confiança extraordinária aos recrutadores. Isto pode ter mais peso do que a sua experiência profissional em algumas situações.

É portanto essencial que seja 100% honesto e transparente no seu perfil profissional.

Qualquer informação pouco clara que talvez não corresponda ao seu CV ou que não corresponda à realidade pode ser percebida pelos recrutadores e isto pode custar-lhe o trabalho! Fique atento!

6 – Não se sinta como um amigo do recrutador

Muitos recrutadores, a fim de minimizar a ansiedade dos candidatos, podem ser muito amigáveis e transformar uma entrevista de emprego ou uma dinâmica de grupo num ambiente extremamente confortável.

Deve usar esta situação favorável para minimizar o seu nervosismo, mas nunca para desenvolver uma relação de confiança com o recrutador.

Exceder esta intimidade, onde parece quase uma conversa entre amigos, é um risco que se deve evitar.

Evitar gírias, responder apenas às perguntas do recrutador e satisfazer as suas expectativas de uma forma profissional.

leave your comment


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviando